domingo, 15 de maio de 2011

minutos de frivolidade: L




As mãos querem
reter o mundo,
mas a moldura
dos olhos
é muito estreita
e as ruas fervem
encantadas
pelo atrito no asfalto
e pelas paisagens
envitrinadas.

As mãos querem
reter o mundo,
mas mundo não há.

Há apenas
As mãos
carentes
do mundo.

Um comentário:

Andrezza Mansour disse...

adorei o blog!! to seguindo!! da uma olhada no meu depois! lagrimasdachuva.blogspot.com