sábado, 30 de julho de 2011

minutos de frivolidade: LIII





Entregues os pontos,
a lua vai eclipsar
os suplícios e os humores
com sua luz pálida
e extravagante.
Cada todo será parcela
e cada parte será
recordação.

Fim de linha,
fim das contas,
haveremos de lembrar
que as horas
são tema lunar
com seus jogos
de encobrir
e revelar.

Seu compasso
indiferente a nossas
humanidades
nos ensinou, contudo,
a contar o tempo
e a fiar o terço,
que desfiamos
em dores e gozos
e tecemos novamente
e inventamos
uma segunda natureza,
verbal e frágil,
segundo a qual
todo não passa de querer
e de querer não mais
que amar.

Um comentário:

Cliceli A. Kovalski disse...

Olá
estou visitando
e te encontrei.
adorei o blog!
se quiser visita o meu
segue se gostar
estou só começando.
eu retribuo!

http://cliceli.blogspot.com/